[Resenha] Belo Desastre por Jamie McGuire

  • Título: Belo Desastre
  • Autor: Jamie McGuire 
  • Editora: Verus
  • Gênero: New Adult
  • Ano: 2012
  • Paginas: 392
Classificação5/5


Sinopse: Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.



Resenha: Travis Maddox é o cara mais popular da Universidade - moreno, alto, forte e tatuado - ganha a vida em lutas clandestinas para pagar o seu curso de direito. Abby é uma caloura que não tem a menor intenção de chamar a atenção. Dois mundos completamente opostos que se chocam quando a melhor amiga de Abby, America, a convida para assistir uma luta clandestina, onde Travis, primo do namorado de America, iria lutar. 
A partir de então, Abby tenta se manter o mais afastada de Travis, porém os dois começam a ter uma espécie de amizade e em uma das lutas acaba surgindo uma aposta: se Travis recebesse um soco durante a luta teria que ficar um mês sem sexo, mas se ganhasse sem o adversário tocá-lo Abby teria que morar no apartamento dele por um mês. Bem, não é surpresa pra ninguém que o Travis ganhou essa luta, não é mesmo? 

"Não consigo sacar qual é a sua? Você é a primeira garota que já sentiu desprezo por mim antes do sexo. Você não fica toda desorientada quando conversa comigo e não tenta chamar minha atenção."

Por isso, Abby tem medo de arruinar os limites da amizade. Com o passar do tempo, os dois lutam contra os seus sentimentos com unhas e dentes. Ela, por medo de se envolver por achá-lo parecido ao pai com seu humor instável, que arruinou sua vida; ele, por medo de se comprometer. E esse mês juntos acabou por virar a vida de ambos de pernas pro ar. Travis é tudo o que a Abby menos precisa, mas isso não impede que a convivência aflore um sentimento que ela se nega a enxergar, enquanto Travis muda da água para o vinho por conta da garota que simplesmente é uma exceção a tudo o que ele conhece. Há muitas cenas de provocações e ciúmes ate que finalmente os dois reconhecem o que sentem. E depois de muito conflito interno os dois finalmente ficam juntos em meio a todo os boatos que essa relação gera na faculdade.

"Eu sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era “algo” em você. Era simplesmente você."

Belo Desastre é um livro sexy e apaixonante , que vai deixar você completamente viciado.
Na sequencia foi lançado Desastre Iminente - a versão do Travis. No primeiro livro nossa narradora é a Abby e no segundo nosso narrador é o Travis. Existe um ditado que diz que uma história sempre tem dois lados, esse ditado explica muito bem os livros de Jamie McGuire, ela quis que seus leitores conhecessem sua história por todos os ângulos, o que eu achei fantástico logo no inicio. Pois quando uma história é narrada em primeira pessoa dificilmente iremos conhecer a fundo os outros personagens da trama e embora eu tenha me apaixonado pelo Travis de qualquer forma, fiquei feliz em saber que leria a história do seu ponto de vista, conheceria seus pensamentos e seus impulsos. O romance entre os dois ficou marcado por inúmeras brigas, apostas, ciúmes possessivos e claro muito romantismo. Quem imaginava que muitas características ruins não fariam o romance do ano estavam enganados.
“Eu poderia passar mil anos tentando bloquear aquele momento da memória, e ele ainda arderia em minha mente”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário