[Resenha] Vidas Trocadas por Katie Dale

Titulo: Vidas Trocadas
Autor: Katie Dale
Editora: Benvirá
Gênero: Romance/Drama
Ano: 2013
Paginas: 404
Classificação: 5/5



Sinopse: Quando sua mãe, Trudie, morre vítima da Doença de Huntington – mal que atinge o sistema nervoso –, Rosie sofre não apenas pela perda, mas também pela sombra que paira sobre seu futuro: o alto risco de também ser portadora da doença. Determinada a saber o que está à sua espera, Rosie conta para “Tia Sarah”, a melhor amiga de sua mãe, que pretende fazer o exame que revelará se tem ou não a doença. Apavorada com as outras verdades que o exame pode revelar, Sarah decide abrir o jogo e conta algo que desestrutura ainda mais a vida de Rosie: Trudie não era sua verdadeira mãe. Rosie fora trocada na maternidade logo após seu nascimento, pois o bebê de Trudie tinha pouquíssimas chances de sobreviver. Devastada pela notícia, Rosie decide procurar sua mãe biológica e, junto com o namorado, deixa a Inglaterra para trás e parte para os Estados Unidos, onde acredita que se reunirá à sua família. O que a garota não pode prever é que a revelação deste segredo irá mexer com a vida de pessoas que ela nem mesmo imagina que existem...



Resenha: Rosie tem 17 anos, acaba de perde a mãe, e precisa fazer um teste para saber se terá a mesma doença hereditária, e então descobre que ela não era sua mãe de verdade. Revoltada, percebendo que toda sua vida foi uma mentira, encarando os estágios após a morte da "mãe", negação, e principalmente a raiva... Ela vai em busca dos pais biológicos com Andy, seu antigo namorado de escola.
O livro foi divido em duas partes, na primeira somos apresentados a Rosie, com alguns trechos de outra personagem no final de cada capitulo, e a segunda parte ganha a narrativa mais uma protagonista. 
Holly Woods - que no começo parece ser bem legal, animada e até madura, mais em algumas de suas ações você entende o motivo de ela fazer, mais outras chegam a ser infantis, mesmo sua vida estando virada de cabeça para baixo, ela os faz pelos motivos errados, deixando o leitor sem empatia com ela.

Uma pessoa não pode existir se não tiver passado. (...) Mas e se sua existência inteira for uma mentira?

Somos mergulhados em sentimentos intensos, sensibilidade, e carga dramática, 'são tantas emoções', me emocionei do começo ao fim e é uma leitura viciante, fiquei desesperada para saber o que acontece a cada página, deixou-me mais envolvida com a história, por ser com o ponto de vista das duas, a história fica mais compreensível.

O que te define são as decisões que você toma. As coisas que você faz, as pessoas que você ama e que te amam de volta. Isso, sim, são as coisas que realmente fazem você ser o que é.

Os personagens que a Katie, colocou no livro, são simplesmente maravilhosos, os masculinos, então! São cativantes, carinhosos e impossível não se apaixonar.

Sem falar do desenvolvimento da Rosie, e como ela lida com questões que surgem na vida dela, a história toda é muito inspiradora apesar de comovente. Como os personagens lidam com as perdas, e aceitam que não se pode mudar o passado. E com um tema, que já li algumas vezes (doença), porem essa foi o melhor livro. Uma lição de vida.

A verdade pode até ferir, porém as mentiras são um ciclo vicioso. Elas se escondem aninhadas dentro de nós, para de repente nos atacarem sem aviso prévio, antes mesmo que percebamos que estão lá. Preciso saber antes que seja tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário