[Resenha] Todo dia por David Levithan

Título: Todo dia
Autor: David Levithan
    Editora: Galera Record
      Gênero: Romance
        Ano: 2013
        Paginas: 280
          Classificação: 4/5



          Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
          Todo dia uma nova vida. Todo dia uma pessoa diferente. Todo dia a paixão pela mesma garota.



          Resenha: O livro começa no dia 5994°, e é narrado por A, que não sabemos se é humano, garoto ou garota, que acorda todo dia num corpo diferente, mas com sua mesma idade, dezesseis anos.
          A acorda no corpo de Justin, e então conheci Rhiannon sua namorada. Eles passam um dia incrível juntos e isso faz com que A queira estar num único corpo e que tenha só uma vida.

          Vivi toda minha vida desse jeito, mas você é a única coisa que me faz desejar não ser mais assim.

          No dia seguinte A esta em outro corpo, e busca saber quem é essa pessoa, coisas simples ou mais complexas, como ela vive e fica apenas um dia, por isso tenta não se fixar nesta vida, neste corpo.
          Quando leio um livro automaticamente me coloco no lugar do personagem, e com esse foi diferente, mas eu me identifiquei com a Rhiannon várias vezes no livro e isso foi incrível. Por ela ter aceitado tão bem a situação e principalmente por ter acreditado.

          Ela é meu primeiro e único amor. A maioria das pessoas sabe que o primeiro amor não será o único. Mas, para mim, ela é as duas coisas.

          O livro aborda vários temas e o que mais me chamou atenção foi o fato do autor colocar muitas situações diferentes e mostrar ao leitor como é que uma pessoa enfrenta as dificuldades na própria vida. De certa forma não é uma história triste, e sim como se encaixasse perfeitamente na vida dos adolescentes, ainda descobrindo quem é e sua importância no mundo.

          A cada novo capítulo eu imaginava como seria a nova vida de A, e que em algum momento seria um corpo definitivo, mas fui surpreendida. Depois que terminei me senti vazia e até triste (não chorei) mas parecia que nada fazia mais sentido. Também é recheado de frases e pensamentos maravilhosos!! Passei o livro esperando que o protagonista conseguisse o que ele mais desejava, mas no fim, eu simplesmente admirei a atitude dele, e como o autor colocou isso no livro.

          Estou aprendendo que uma vida não é real até alguém mais conhecer sua realidade. E quero que minha vida seja real.

          Esse foi o primeiro livro que li do David Levithan, e foi diferente do que eu estou acostumada, então pretendo ler outros, e se for tão bom quanto esse sei que vou amar também.

          Bom, enquanto lia, e escutava música ao mesmo tempo☺, achei que essa música combinou perfeitamente.
          ♫ Ler ao som de: Iris - Goo Goo Dolls ♪

          And I don't want the world to see me
          Cause I don't think that they'd understand
          When everything's made to be broken
          I just want you to know who I am


          3 comentários:

          1. Eu tenho esse livro, depois da sua resenha me deu mais vontade ainda de ler!
            Mas vou colocar logo ele na frente rsrs

            http://cheirinhodolivro.blogspot.com.br/

            ResponderExcluir
          2. Oi!

            Eu simplesmente AMO Todo Dia! A escrita do David é cativante e faz com que queiramos ler mais dele depois do fim. Só achei que ficaram faltando finais para algumas situações, o que me frustrou um pouco! :(

            Beijos,
            Gabe
            http://sixdoe.blogspot.com.br/

            ResponderExcluir
            Respostas
            1. Olá, Gabe
              É realmente cativante, concordo. Também fiquei querendo mais :(

              Beijos

              Excluir